Treinamento – Equipe LEGONautas (Betim – MG)

Após os resultados das classificações para FLL Nacional fui convidado pela técnica Djéssica Gradisse para conhecer e orientar os alunos do SESI/SENAI de Betim. Esse encontro que aconteceu no último dia 4 foi de muita valia tanto para eles quanto para mim pois o aprendizado mútuo foi muito importante.

O foco principal da equipe era se preparar para a competição nacional apresentando as evoluções que tiveram entre a primeira fase e a próxima. Apesar de ganharem o prêmio de Design Mecânico na FLL eles decidiram melhorar toda a sua estrutura e refizeram tudo do zero. Robô, garras, estratégias e planos de comunicação foram todos refeitos para mostrar o que uma equipe com sangue-no-olho está preparada pra fazer!

Já que a equipe estava querendo tanto mudar tudo para o nacional, na verdade com uma vontade imensa de irem para o mundial fizemos uma revisão de todos as rubricas apontando os pontos de melhoria de cada área envolvida. E não se dando por satisfeitos resolveram trocar sua Pesquisa e envolver ainda mais a sua equipe com o novo planejamento de Core Values.

Aproveitando a oportunidade ainda fizemos algumas dinâmicas de grupo, desafios lógicos e muito, muito brainstorm. Algumas técnicas de melhoria contínua, análise SWOT (FOFA) e gráficos de prioridade pelo tempo foram definidos para que pudessem alcançar o resultado em tão poucos dias.

Para que uma equipe alcance esse resultado em tão pouco tempo é necessário que todos se envolvam, discutam, aprendam e compartilhem juntos. Uma equipe unida consegue desenvolver muito em pouco tempo e pra isso a definição de atividades pelo conhecimento e disponibilidade de cada um fará toda a diferença. Boa sorte pessoal, nos vemos no nacional (mundial?)!

Treinamento da equipe Bazinga 73!

Olá pessoal!
Durante a última semana tive a oportunidade de ministrar um treinamento da equipe Bazinga 73 (SESI Divinópolis – MG) onde pudemos conversar bastante sobre as metodologias de design thinking, prototipação de objetos (robôs, estruturas e garras), estratégias de execução de atividades e programação.

Durante as primeiras horas, após um excelente café da manhã que foi perfeito para ativar o ânimo de todos para fazer tanto em tão pouco tempo pudemos começar discutindo sobre o design thinking. Ainda não apresentei sobre o assunto por aqui mas já vou deixar aqui uma prévia do que é. Design thinking é uma metodologia de criação onde é possível gerar uma solução complexa (ou não) utilizando a divisão dos problemas aproveitando as habilidades de cada membro da equipe.

Após discutirmos sobre as formas que eles podem utilizar para começar a criar as suas próprias soluções consegui aproveitar o gancho para mostrar uma das habilidades que precisam ser desenvolvidas que é a pesquisa. Todos devem procurar em meios alternativos (internet, profissionais da área, estudantes de cursos de engenharia e mecânica) quais são as possibilidades que existem ao nosso redor e que podem ser usadas por eles. Conseguimos também discutir sobre as peças, nomes, funcionalidades e aplicações. Uma boa equipe deve conhecer bem as peças que possui, assim como manter uma organização para que ele aproveite o máximo de tempo durante as aulas.

Por último, a programação foi apresentada, várias e várias dúvidas sobre conceitos ou execuções dos blocos de movimentação, loops, leitura de sensores e motores e cálculos matemáticos foram realizados. Esse foi o período mais longo do nosso treinamento, mas por sorte ou gerenciamento do tempo (hehe) conseguimos estudar todos os blocos de programação até as 16h em ponto!

Gostaria de agradecer a equipe Bazinga 73 assim como aos organizadores do evento. Espero vê-los em breve não somente no nacional mas no mundial também! Ok!?

3, 2 ,1 LEGO!