Braço Mecânico Industrial – Parte 2

Gui Lima e Lee Magpili

Após o evento do Campeonato FLL 2015/1016 – Regional Bahia, fomos convidados para participar do evento em Brasília representando o time AprendaRobótica. Ficamos super orgulhosos e ainda mais felizes quando soubemos que seríamos convidados especiais. Algumas das novidades é que teríamos uma área para divulgar dicas (construção, programação, core values e pesquisa), minicursos, palestras e exposição de robôs. Sim! uma mini-expo só pra gente!

Um dos momentos mais marcantes foi quando o Lee Magpili, um dos desenvolvedores do EV3 na LEGO foi nos visitar e conhecer as construções. Fiquei super feliz de poder mostrar pra ele a minha construção e tirar essa fotinho acima ai! Valeu LEE! *_*

Voltando agora a falar sobre a minha criação, ela estava até então  100% funcional e possuía uma base fixa, um motor para girar toda a estrutura em 360º, o braço em 180º, o antebraço em 180º e uma garra para manipular objetos.

Visão do robô

Um dos problemas dessa versão era o seu peso, apesar de possuir algumas partes bem trabalhadas, ao chegar em alguns ângulos o motor acabava forçando a construção, o braço ficava bambo e o esforço do motor passava a ser muito grande. A base também era muito alta e isso dificultava a manipulação de objetos próximos a ele. Beleza e estética nem sempre são favoráveis. :/

Depois de vários testes, consegui criar uma base que era mais leve, fina e robusta (lado esquerdo da foto abaixo) utilizando vários jogos de engrenagens para dar a força, velocidade e precisão que precisava para mover os objetos próximos ao robô. Único problema até então era que o motor que girava a base, e o que girava o braço eram grandes, as engrenagens estavam expostas ou entravam em contato com outras partes. Momento de frustração total. Nessas horas, me lembrei dos conceitos de design thinking e comecei a fazer dois protótipos separados (dividir os problemas) e comecei a tentar uni-los com mais calma.

Versão 5 e versão 4 respectivamente

No próximo post, apresentarei como consegui finalizar o meu robô e algumas fotos em detalhes de como ele funciona de verdade. Aguardem!

Participação na FLL Bahia

Olá pessoal,
Fiquei super feliz de ver o resultado de um vídeo super bacana que foi desenvolvido na FLL Regional Bahia durante um fim de semana em Novembro de 2015. Tivemos espaço para apresentação de nossas construções (minha e do meu xará, Gui Constantino), cursos de criação e design e construção e entrega de um prêmio super legal. Quer conhecer um pouco mais sobre o que é essa tal de robótica, campeonato com LEGO e muito mais? Acompanhe!

Bem, fomos convidados pelo Fernando do SESI-BA para irmos como convidados especiais e para apresentar alguns cursos, criar uma exposição, uma área de relaxamento, uma palestra final e a entrega de um prêmio especial bem interessante. Durante o processo de criação de material, sentimos o suporte de um projeto tão bacana com o AprendaRobotica. Esse pequeno projeto com uma grande ambição de ensinar um pouco do que é a FLL e a robótica educacional tinha tomado uma proporção ainda maior. Resolvemos então apresentar aos técnicos e aos alunos um curso bem bacana sobre design de robôs explicando algumas técnicas, melhores práticas e exemplos de criações independentes.

Na parte de exposição e relaxamento das equipes tivemos algumas atrações bem diferentes.

Entre todas as premiações e troca de experiências com times de cinco estados do nordeste, não podíamos deixar de nos envolver com aquelas equipes que voluntariamente apareciam e diziam que havíamos ajudado muito para que eles pudessem estar ali e poder nos mostrar com tanto carinho todo o desenvolvimento e melhoria que puderam ter graças ao apoio do AprendaRobótica.

cropped-23293448399_e871f62102_o.jpg
Prêmio Evantenor

Acho que entre todos os desafios, o maior e que nos causou maior alvoroço pessoal foi com certeza o prêmio Evantenor. Este prêmio recebeu esse nome graças ao professor que usou de suor, lágrimas e muita dedicação pra fazer da Bahia um lugar melhor com a robótica educacional, utilizando várias vezes de investimentos pessoais para manter o projeto ativo. Infelizmente, pouco tempo antes da etapa regional ele faleceu deixando equipes e projetos sem um mentor. Graças aos amigos e fãs desse incrível profissional, os professores da própria escola assumiram o suporte às equipes e projetos em andamento. Fomos então convidados a desenvolver em poucas horas um prêmio construído com peças do próprio desafio Trash Trek. Nesse prêmio, tivemos uma responsabilidade enorme de poder demonstrar todo o carinho e visão que esse excelente profissional pode apresentar à todos nós. Não preciso nem dizer que lágrimas foram apresentadas na hora da entrega do prêmio. Ah, e nada melhor e mais justo que a própria equipe que era mantida e gerenciada pelo professor ganhar esse prêmio! Momento de pura emoção!

Bem, não tenho mais do que agradecer ao Fernando do SESI-BA, Bárbara e Levi pela maravilhosa experiência que tivemos na etapa regional. Foi mais do que importante para mim, foi tudo o que precisava para servir de estímulo para mais um ano de desafios!
Obrigado pessoal!

Maleficent

Entre várias criações que serão apresentadas no AnimeFest em São Paulo que terá início nesta quinta-feira, estará mais uma obra baseada no filme Malévola (Maleficent). O que acham? gostaram?

Maleficent

Faltam 30 dias para a AnimeFriends!

Finalmente começou a contagem regressiva para o AnimeFriends em São Paulo onde a LUGBrasil fará parte da exposição juntamente ao grupo Yamato. Durante os dias 18, 19, 20, 25, 26 e 27 de julho estarão dispostos mais de 200.000 mil blocos em vários temas escolhidos pela comunidade em 600 m2.

Venho acompanhando o planejamento de alguns temas e posso garantir, ficarão sensacionais! Particularmente estarei participando em dois temas, Anime e SteamPunk. Nessas seções poderão identificar vários super heróis, personagens de desenhos animados atuais e antigos e lógico alguns personagens StarWars também estarão por lá! No tema steampunk terei dois MOCs pequenos e um grande que será a Warship.

Bem, de qualquer forma já começou a minha ansiedade para participar e ver como é uma exposição de verdade, e lógico, me preparar para a exposição de Novembro que reunirá todos os expositores do Brasil. 🙂